Vida boa bonita e barata

Archive for the ‘Estilo de vida’ Category

Essa matéria, apesar de ser radicalmente dentro da proposta desse blog, pode ser uma maneira de inspirar e mostrar como viver melhor com menos coisas à nossa volta.
O legal da matéria é que fala sobre além do paradigma da “cultura material x sociedade de consumo” e fala sobre decisões e atitudes que podemos aplicar no dia-a-dia.
Posto a seguir um resumo, o  texto completo está disponivel aqui.

Fonte: Site Viver fora do sistema

Veja como vive o casal classificado como “Classe F” pelo IBGE

N. Dias 27,jul,2016

Carlos e Patrícia de Porto Alegre vivem a vida “classe F”: sem TV, com banheiro seco fora de casa, morando numa casa de barro e muito felizes praticando a Permacultura no espaço Naturalmente, em Porto Alegre.  Carlos conta que o IBGE os visitou e o pesquisador disse que a situação deles era classe “F”. “F de Felizes!”.

Carlos: “A história do Espaço Naturalmente começou em 2007, quando cansado do modelo de vida urbano e de apenas reclamar do “sistema”, sem ver uma solução prática, resolvi questionar o porquê deveria esperar me aposentar para daí sim buscar alguns sonhos, como por exemplo, o de ir morar em um sítio… Nesta época eu cursava Educação Física (6° semestre) e já fazia alguns artesanatos com Bambu, como hobbie. No final do mesmo ano resolvi trancar a faculdade e me aventurar em busca do sonho de ser livre, buscar uma vida mais simples e o que realmente importava para mim”.

Resolvi me questionar e principalmente questionar o porquê deveria esperar me aposentar para daí sim buscar alguns sonhos.
Não tinha (clareza do que queria) mas sabia bem o que não queria.

“Nessa transição não tinha claro um objetivo, porém sabia muito bem o que não queria mais”.

“Sempre me sentia muito bem no campo, então decidi me mudar para a zona rural de minha cidade, Porto Alegre. Vendi meu carro e fui em busca do sonho de liberdade, sem saber direito o que iria encontrar. O hobbie com o Bambu se tornou em profissão e em pouco tempo passei a fazer móveis de bambu também. Na metade de 2009 consegui adquirir um pequeno imóvel (600m²), que em zonas rurais costumam ser muito baratos. Neste mesmo ano conheci a Permacultura e me identifiquei de imediato com sua filosofia e práticas. Fiz alguns cursos em Ecovilas que trabalhavam com a Permacultura. No final de 2009 iniciei o projeto Espaço Naturalmente, em minha casa, onde até hoje testamos e aplicamos as técnicas de Bioconstrução e Permacultura e ministramos cursos relacionados a estes temas”.

Casa de Carlos e Patrícia, feita integralmente com recursos naturais.

Os escassos recursos financeiros, que na época pareciam ser um problema, na verdade foram uma oportunidade para desenvolver o uso de materiais alternativos, como fundação de pneu para estruturas leves, construção com Terra Crua, utilização do bambu para tendas e estruturas etc. São materiais que temos em abundância em zonas rurais (terra, bambu etc).

Os problemas na verdade são desafios e servem para sairmos da zona de conforto e experimentar o novo, se adaptar, criar…

Em um destes cursos que ocorrem no Espaço Naturalmente, em 2011, conheci Patricia, que começou a frequentar e ajudar no projeto. Ela cursou técnico em Agropecuária e também estava em busca de uma vida simples em área rural. Desde então somos um casal que toca o projeto juntos.

Hoje a fonte de renda deles é a marcenaria de Bambu, onde confecciona móveis e artesanatos, ministramos cursos sobre Bioconstrução com Terra Crua, Saneamento Ecológico, Movelaria de Bambu e prestamos assessoria em Planejamento Sustentável e Bioconstrução.

Muitas vezes deixamos nossos sonhos de lado por medos e incertezas, mas quando buscamos algo que realmente faz sentido, no fundo do coração, devemos ir atrás sem medo. Sempre terá os desafios, mas se encaramos com vontade e persistência é praticamente certo que teremos êxito, é uma grande experiência de vida! É claro que para nascer o novo, o velho deverá morrer… ou seja, temos que abandonar nossos antigos padrões de pensamento e ação e estar abertos para um novo olhar, que no início não saberemos bem o que é e como vai ser, mas criamos isso a medida que caminhamos”.
Um carro para andar em uma estrada à noite e percorrer centenas de quilômetros só precisa dos faróis e iluminar uns 30m a sua frente… só temos que estar seguros dos próximos passos a seguir, organizar e perseverar.
Anúncios

Dicas da Vlogueira (ou YouTubber) Cecília Garcia sobre como usar a pasta de dentes para:

  • usar como adesivo/cola de papel
  • clarear prata
  • limpar e clarear tenis
  • limpar tela (ou película) de celular
  • clarear dentes
    e eu incluo uma: recuperar midia (CD/DVD) para copiar dados (a parte impressa da mídia não pode estar riscada/vazada passando luz).

Dicas úteis para manter a casa limpa:

Usando pão velho pra limpar grelha de churrasqueira

Dica de Cla O. Appel, do Faça Você mesmo,

Continue lendo »

Essa dica serve tanto para solteiros como para quem não tem empregada doméstica: como manter seu lar sempre limpo, com um pouco de organização e método (já que fazer tudo num dia só toma tempo e cansa mais).

Do site Meu Móvel de Madeira.com.br via Pinterest

limpeza

 

caixa-de-fosforo-freepik

Foto: FreePik

Dicas simples pra quem necessitar usar fogareiro de álcool (local sem energia elétrica ou gás, como acampamento, numa emergência, etc) mas economizando (ou estendendo o uso) com álccol.

  • Use álcool de gel (dura mais que o álcool líquido)
  • coloque madeira ou papel no fogareiro; o papel e madeira – que podem ser de caixa de fósforos – queimados viram carvão e estendem a durabilidade do fogo.

Imagem: Pinterest

Todo mundo conhece aquela dica de transformar restos de sabão (de lavar roupa ou sabonete) em sabão líquido, colocando num pote com água. Apesar de ser uma tática útil, existem outras dicas para economizar na compra de sabão para lavar roupa.

Porque sabão em pó limpa roupas melhor que sabão em barra

Sabão em pó faz espuma, assim como os sabonetes, por causa do ar existente na sua composição; isso também ajuda a espalhar mais o sabão durante a lavagem. E ele lava melhor pois tem carga mineral (micro pedras abrasivas) que auxiliam na retirada de sujeira. As marcas caras possuem ambas características.

Sabão em pó caro versus barato

Partindo desse raciocínio, existem sabões de marca famosa (mais caros) e os “desconhecidos” (mais baratos, metade do preço das marcas famosas, que são caras pois investem muito em propaganda, entre outros motivos).
As marcas mais baratas lavam pior pois normalmente não fazem bolhas (não tem ar na composição) e não tem carga mineral pra facilitar a lavagem. Mas existem marcas baratas e boas, que possuem ou ar (sem carga mineral) ou carga mineral (sem ar) na composição.

As marcas de sabão baratas que apenas “fazem bolha” rendem ao espalhar o sabão na hora da lavagem, e as marcas só com carga mineral retiram a sujeira mais rápido ao esfregar. E apesar de não serem tão boas quanto os sabões caros, sabendo usar, duram tanto quanto.

Conclusões:

Infelizmente você vai ter de experimentar pra descobrir qual marca de sabão “barato” tem uma dessas características, pra economizar na compra (normalmente 50%).

Links relacionados:

Para quem deseja aprender sobre a linguagem corporal canina e felina, seguem dicas pegas emprestadas de Lili Chin doggiedrawings.com e blogprimartinez..blogspot.com todos no Pinterest:

linguagem-gatoslinguagem-canina